Inadimplência e taxa de juros no financiamento de veículos apresentam estabilidade em julho


Após longo período de altas consecutivas e um pequeno retrocesso no mês de junho (0,1 p.p), a inadimplência nos contratos de financiamentos de veículos para pessoa física – com mais de 90 dias de atraso - manteve-se estável durante julho, fechando o mês em 6% do Saldo da Carteira de Veículos. A estabilidade já era apontada pelo presidente da Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras - ANEF, Décio Carbonari, como o primeiro passo para uma tendência de queda que deve ocorrer nos próximos meses.

“As atuais políticas de crédito das financiadoras tiveram grande responsabilidade neste movimento inicial de estabilização dos índices de inadimplência. Em alguns casos foram, e ainda são solicitados valores maiores como entrada e, em outros casos, são oferecidos parcelamentos mais curtos. Com estas ações as financeiras conseguiram salvaguardar a saúde financeira destes clientes e evitaram que muitos deles tivessem maiores dificuldades para cumprir com seus compromissos”, ressalta o presidente da ANEF.

O saldo total das carteiras de financiamentos de veículos (CDC e Leasing) fechou o mês de julho em R$ 203,4 bilhões, 0,3% superior ao mês de junho, quando o saldo era de R$ 202,7 bilhões. Quando comparado ao mesmo período de 2011, a alta foi de 3,8%.

O saldo de crédito para aquisição de veículos por pessoas físicas manteve-se correspondendo a 4,7% do PIB nacional (estimado em R$ 4,308 trilhões), 0,2 p.p menor que no mesmo período de 2011.

O montante corresponde a 9,3% do total do crédito do SFN e representa 29,4% do total do crédito destinado às pessoas físicas no Brasil.

Durante o mês de julho a liberação de crédito para aquisição de veículos financiados (CDC) foi de R$ 8,380 milhões, o que representou um decréscimo de 1,6% em 30 dias e 0,6% no período de doze meses.

Taxa de juros

A taxa média de juros praticada pelas associadas da ANEF no mês de julho de 2012, estabilizou-se em 1,30% a.m. (16,77 a.a.) repetindo a mesma taxa utilizada no mês anterior. A taxa média praticada pelo mercado em julho passou a ser de 1,60% a.m. (20,95% a.a.) quando em junho havia sido de 1,58% a.m. (20,66% a.a.).

Planos e modalidades

Os Planos de Financiamentos seguiram sendo disponibilizados com prazo máximo de 60 meses e os planos médios seguem estabilizados em torno de 40 meses até o mês de julho, frente os 43 meses no mesmo período de 2011.

Sobre a ANEF

Fundada em 1993, a ANEF representa as suas marcas associadas junto aos órgãos do governo, de entidades de classe e associações congêneres, divulga, esclarece e presta informações tanto à imprensa quanto aos consumidores em geral sobre as modalidades de financiamentos – CDC (Crédito Diretor ao Consumidor), Finame, Leasing e Consórcio –, nos segmentos automóveis, ônibus, caminhões e motocicletas. A entidade representa, hoje, 14 marcas e suas respectivas estruturas de serviços de financiamento, incluindo bancos, empresas de arrendamento mercantil e administradoras de consórcios vinculados à indústria automotiva.

Contatos para a imprensa

Printer Press Comunicação Corporativa – Assessoria de Imprensa da Anef
ANDERSON CAVALCANTE (anderson@printerpress.com.br) – (11) 5582-1619
FELIPE GUIMARÃES (felipe@printerpress.com.br) – (11) 5582-1603
SETEMBRO/2012

Relações

A ANEF se relaciona com outras entidades de classe, associações de diversos segmentos, órgãos governamentais, autoridades e instituições de ensino, promovendo eventos e discussões de assuntos de interesse comum e disponibilizando informações gerais sobre o mercado. Dessa forma, a ANEF estreita cada vez mais a relação entre as suas associadas e essas entidades.

ANEF
Localização
  • Alameda dos Maracatins, 992

  •        Bloco B, 11º Andar, Conjs.112/114
           04089-001 São Paulo - SP
           

  • (11) 5531-7314

Contato